domingo, 18 de dezembro de 2011

UNITED STUDENTS OF 131

Todos os anos as turmas se denominam eternas, mas como poderíamos ser a eterna 131 se ano passado fomos a eterna 121, e antes a eterna 111, e assim por diante? Não, esse título não nos pertence, pois já ano que vem haverá outra eterna 131, da qual não faremos parte. Quero propor a vocês, caros colegas, que eternizemos esse período na escola, esse último ano de outra maneira, sem conferir nenhum título a ele.
Quero propor que, até o fim dos nossos dias, nós utilizemos os conhecimentos adquiridos ao longo desse período.  Em meio a tantas aulas de física, português, história, matemática, geografia, biologia, literatura, química, o que aprendemos esse ano vai muito além de fórmulas e leis universais.
A turma 131, a nossa 131, com a maturidade adquirida ao longo dos anos, pode aprender o verdadeiro significado da palavra ESFORÇO, quando, em meio a tantas provas que nos faziam perder a cabeça, ainda encontrávamos tempo para fazer bandeiras utilizando apenas fita dupla face, para comprar flores e distribuir às professoras, para lutar com a direção na intenção de ser a primeira turma do colégio sinodal a ter um moletom de turma. Nos esforçamos e juntamos forças para conseguir nos separar de colegas que deixaram a turma ao longo do ano, assim como festejamos a chegada dos nossos intercambistas e de uma nova colega. Com isso aprendemos que o ESFORÇO não vale a pena se não existir RECOMPENSA e, sim, isso nós também tivemos muito, já que um sorriso muitas vezes é a forma mais poderosa de encher a alma de alegria.
ALEGRIA, aliás, não nos faltou esse ano. Há quem diga que a verdadeira alegria não existe, mas sim momentos felizes. Porém, a alegria é uma vitória conquistada sobre aquilo que não nos faz bem, e se não pudermos nos sentir vencedores por ter amigos em quem confiar, por ter motivos que nos fazem sorrir mesmo quando tudo parece dar errado, esses tais momentos felizes nunca serão intensamente vividos, pois a felicidade sempre possuirá um pouco de tristeza.
Shakespeare certa vez disse que “sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco do muito que temos” . Sem querer ofender Shakespeare, mas isso não se aplica a nossa turma! Quero dizer, não se aplica completamente, já que alguns aqui sofreram muito pelo R que faltava. Porém, durante esse ano nós gozamos de cada momento feliz na companhia de pessoas maravilhosas, tornando cada momento único, pois mesmo as coisas rotineiras podem carregar surpresas e em meio a essa reunião de pessoas tão improváveis, iam acontecendo fatos surpreendentes que geraram esse imenso carinho que sentimos uns pelos outros.
Entre tantas características que poderiam nos descrever, certamente SINCERIDADE merece destaque, pois entre tantas discussões sempre pudemos ter a certeza de que estávamos lidando com a verdade, já que, apesar da falta de gentileza, sempre foi dito aquilo que se pensava.
Quando demos a notícia ao nosso regente, professor Rubens, de que ele havia sido escolhido como paraninfo para essa noite especial, ele nos disse que essa era uma verdadeira honra, pois apesar de ser um costume o professor conselheiro ser o paraninfo, ele sabia que se nós não gostássemos muito dele, não respeitaríamos a tradição, pois essa é a 131.
 Essa é a 131 que manteve a mania de discordar de quase tudo e lutar pelo o que queria, nem que isso significasse uma verdadeira guerra. Essa é a 131 que uniu forças e se manteve unida comemorando as conquistas de cada um. Essa é a 131 que com esforço, alegria, sinceridade e garra ficará eternizada em nossos corações. E é assim que proponho que eternizemos esse ano maravilhoso, que fique guardado dentro de cada um o jeito 131 de ser, encarando a vida com coragem, mas sem perder o humor. E se alguém disser que vamos nos separar, a esse alguém respondemos: NEM VAMOS NADA. POIS QUEM É UNITED HOJE É UNITED PARA SEMPRE.


AMO VOCÊS!

Letícia Gedrat